Como não falhar em suas metas e resoluções para 2020
fevereiro 11, 2020 Marcelo Reis

Como não falhar em suas metas e resoluções para 2020

Estamos em meados de fevereiro e, embora para a maioria das pessoas o ano só começará de fato após a quarta-feira de cinzas, eu gostaria de aproveitar esse momento para fazer algumas perguntas importantes para você…

O que você fez com as resoluções de 2020 até agora? De tudo aquilo que você planejou, já começou a colocar algo em prática?

Segundo pesquisa divulgada pelo Statistic Brain Research Institute, já neste mês de janeiro, cerca de 27% das pessoas já desistiram, ou se esqueceram, das metas que traçaram para 2020 já na primeira semana do mês. 31% a partir da segunda, e incríveis 50% no começo de fevereiro.

Por que isso acontece?

A Life Time, Grupo de Negócios voltado para soluções em Saúde, bem-estar e educação física, explica que, segundo pesquisas realizadas com clientes, o grande motivo dessas promessas falharem é porque são diferentes de um compromisso real, que é baseado em valores, interesses e crenças reais

O compromisso é o real motivador para as mudanças. Ou seja, ter um propósito claro

Há algum tempo já venho falando sobre a importância de ter clareza de propósito e de como isso implica fundamentalmente em vários aspectos de nossa vida, inclusive para gestão de tempo.

Nós sabemos que raramente as coisas saem exatamente como planejado. Isso é natural. Daí a importância desse elemento auto motivador, para não desistir diante das primeiras frustrações. 

Pessoas realmente comprometidas, conhecedoras de seu real propósito, demonstram um comportamento totalmente diferente do padrão. Além de emplacarem seus projetos já no começo do ano, mesmo diante de adversidade e falhas iniciais, apresentam um elevado grau de resiliência, graças ao compromisso motivador.

Com isso, podemos observar que as pessoas de sucesso não desistem após o primeiro erro ou resultado negativo. Ao contrário do pensamento comum, elas costumam dobrar seus esforços após um “escorregão” para recuperar o prejuízo ou ir em busca de novas soluções. Isso demonstra o quanto a persistência é importante. 

Você pode estar pensando: “Marcelo, você está falando de um grupo pequeno de pessoas, bem pequeno mesmo”. Sim, as pessoas que realmente tomam esse tipo de atitude é, proporcionalmente, muito menor que os que abandonam seu planejamento. 

Porém, são as pessoas desse grupo que realmente tem resultados e sucesso considerável, pois combinam a clareza de propósito junto à resiliência.

O que é possível aprender com tudo isso? 

Escorregou no planejamento, tentou e falhou, ou sequer começou? Tente ou comece novamente. Tente até conseguir a tacada perfeita. Em qualquer situação, não deixe de perseguir sua meta..

Se esforce para fazer parte desse grupo pequeno e “exclusivo” de pessoas que realmente fazem acontecer. 

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*